©
Se fôssemos chuva...
eu seria uma garoa e ela, um furacão.

Não muito inteligente. Não muito bonito. Não muito legal. Não muito engraçado. Esse sou eu: não muito. J.G
“Saudade dá, sempre dá, mas a gente disfarça, dorme, toma um café e finge que esquece.- Desconhecido. 
(Via /source) · Mon - 15/09/14